José Carlos Castilho, fala sobre os benefícios do novo Plano

quarta-feira, 18 de julho de 20120 comentários

O Secretário de Política Agrícola, José Carlos Castilho, fala sobre os benefícios do novo Plano
Fetaep participa do lançamento nacional do Plano Safra 2012/2013


No último dia 04 de julho de 2012, José Carlos Castilho, Secretário de Política Agrícola da FETAEP, participou do lançamento do Plano Safra 2012/2013, no Palácio do Planalto, em Brasília. Castilho comenta que houve mudanças significativas, entre elas o enquadramento dos agricultores familiares de menor renda, cujos familiares não terão a renda proveniente de outra atividade, que não a agropecuária, considerada no cálculo para enquadramento até o limite de R$ 10 mil. Essa situação restringia o acesso de muitos desses agricultores ao crédito rural. Com isso, famílias de agricultores que não conseguiam acessar o PRONAF agora conseguirão. Também houve mudanças significativas na DAP, que passa a admitir que 50% da renda bruta anual familiar seja de outra fonte, que não a atividade agropecuária, antes era 70%. “Com essas e outras mudanças, com certeza muitas famílias que não acessavam o crédito rural do PRONAF agora poderão financiar suas atividades sem dificuldade”, destaca o Secretário.
Castilho conta que as mudanças que aconteceram foram reivindicações da FETAEP, por meio da Secretaria de Política Agrícola. “As demandas da agricultura familiar foram ouvidas, discutidas e encaminhadas ao Governo Federal através do Grito da Terra, que aconteceu em maio”.
A Secretaria de Política Agrícola da FETAEP realizará 12 seminários regionais em todo o Estado do Paraná, entre o final de julho e começo de agosto, para levar as informações do Plano Safra 2012-2013 a todas as lideranças dos SINDICATOS DOS TRABALHADORES RURAIS, DO EMATER E AGENTES FINANCEIROS, por serem estas pessoas que estão em contato com os agricultores familiares. A expectativa de público é de, no mínimo, 1,2 mil lideranças que poderão ser agentes multiplicadores de divulgação.
Os recursos para esta safra passaram para R$ 18 bilhões, mais R$ 4,3 bilhões para as políticas públicas PAA, PNAE, SEAF, PGPAF, ASSISTÊNCIA TÉCNICA, PGPM e Fomento às atividades produtivas rurais do Plano Brasil sem Miséria (MDS). Os agricultores, a partir de agosto, já poderão buscar todas as informações nos Sindicatos de Trabalhadores e nos escritórios do Instituto Emater de seu município.



Da Esquerda para direita
Deputado Federal Assis do Couto, Ministro do Desenvolvimeto Agrario Pepê Vargas, José Carlos Castilho Secretário de Politicas Agriculas da Fetaep, e Alberto Ercilio Broch presidente da Contag.
Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

 
Support : Editado por Marcio José Nunes Vieira | Diretor do Jornal Folha de São Jorge | Facebook
Copyright © 2013/16. Folha - Todos os Direitos Reservados
Template Creating Website Published by Folha
Proudly powered by Blogger