Lixo Espacial risca o Céu de São Jorge do Patrocínio. Veja as fotos.

segunda-feira, 29 de dezembro de 20140 comentários

Objetos foram avistados na madrugada deste domingo (28) em São Jorge do Patrocínio.

Na madrugada deste domingo, testemunhas relataram uma série de avistamentos em várias pontos da cidade de São Jorge do Patrocínio, em outras cidade do Paraná e Paraguay.
Na cidade acontecia vários eventos com baile na Serras das Flores, no Santo Agostinho e na Sociedade Rural.


As luzes foram avistadas no céu por moradores de diversas cidades no Mato Grosso do Sul, além de relatos similares no Paraná e Paraguai. Primeiro, foi classificado como chuva de meteoros, mas, o mais provável é que se trate de lixo espacial( Foto abaixo).

O local da queda do lixo espacial foi na cidade de 
Santa Rita do Pardo, depois do clarão no céu, um estrondo, um susto e muitas dúvidas rondam Santa Rita do Pardo, a 266 km de Campo Grande. No céu da cidade de sete mil habitantes, bolas de fogo foram avistadas nesta madrugada.








Base Aérea de Campo Grande colhe informações e pode investigar caso.



Em seguida, três estrondos consecutivos e um objeto, semelhante a um grande tanque de caminhão, caiu na chácara Santa Maria. “ Eram 3 horas da madrugada e sete bolas de fogo vieram do céu”, diz Marcelo Gulart, 44 anos, proprietário de supermercado na cidade.

Amigo do dono da chácara, Marcelo conta que a peça tem 1,70 metro de altura e peso de 50 quilos. Carbonizada, ela caiu a 50 metros da casa de Francisco Souza Dantas, 69 anos.

Na manhã deste domingo, o local virou atração turística, ponto de romaria de curiosos ao prefeito. Com tanto movimento, Francisco cogita fechar as porteiras.

As luzes foram avistadas no céu por moradores de diversas cidades, como Campo Grande, Antônio João e Fátima do Sul, além de relatos similares no Paraná e Paraguai. Primeiro, foi classificado como chuva de meteoros, mas, o mais provável é que se trate de lixo espacial.

O acadêmico Douglas Bortolanza Lara, 29 anos, afirma que o meteoro tem velocidade maior. “O lixo espacial é mais lento do que o meteoro”, diz, após ver as imagens. Ele cursa História, mas se dedica à astronomia desde 2001 e mantém a página “Astronomia em Dourados”, que reúne outros 
observadores.




G1 Paraná:

Já um objeto cilíndrico não identificado supostamente caiu do céu e foi parar em uma propriedade rural no município de Santa Rita do Pardo, a 400 km de Campo Grande. A peça assemelha-se a um tanque metálico, não possui inscrições em seu exterior e mede cerca de dois metros de altura. Acredita-se que o objeto que caiu em Santa Rita do Pardo possa ser o mesmo que foi visto no céu em outras cidades do estado.
Com relação à queda do objeto, a assessoria de imprensa da Base Aérea de Campo Grande informou ao G1 que está colhendo informações e comunicando as autoridades da Aeronáutica para decidir se o caso será investigado. Já a Força Aérea informou que ainda não foi oficialmente notificada em relação ao caso, e que também não foi notificada sobre nenhum tipo de incidente aeronáutico. Por conta disso, segundo o órgão, não há como iniciar investigação sobre o assunto.




Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

 
Support : Editado por Marcio José Nunes Vieira | Diretor do Jornal Folha de São Jorge | Facebook
Copyright © 2013/16. Folha - Todos os Direitos Reservados
Template Creating Website Published by Folha
Proudly powered by Blogger