Ilha Grande arde em chamas

quinta-feira, 14 de setembro de 20170 comentários

O incêndio florestal que atinge o Parque Nacional de Ilha Grande, na divisa entre o Paraná e Mato Grosso do Sul, desde o dia 11já consumiu cerca de 15 mil dos 78,7 mil hectares de vegetação, estima a direção da reserva.
Cerca de 20 brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e voluntários se revezam no combate ao fogo, que se aproxima da região de Altônia, no noroeste. Assista ao vídeo do combate ao fogo.
De acordo com o chefe do parque, Romano Pulzatto Neto, acredita-se que o fogo tenha sido causado por um raio.
“Na segunda-feira (11) à noite, o tempo mudou e tivemos uma grande incidência de raios e trovões, mas não chegou a chover. E isso deve ter provocado o incêndio, que começou no extremo norte da ilha, próximo ao município de Itaquiraí (MS)”, comentou.
As causas só devem ser apuradas com a ajuda de uma perícia depois de o fogo ser extinto.
Ainda segundo Romano, a expectativa é que o incêndio seja controlado entre esta terça-feira (19) e quarta (20). Cerca de 20 brigadistas e voluntários se revezam no trabalho.
A maior parte dos 15 mil hectares foi consumida nos primeiros dias, quando o fogo se espalhou pelo norte e para o sul por quase todos os oito quilômetros de extensão da ilha, até chegar a uma área de vegetação que está se recuperando de um incêndio em 2015.
“Quando chegou a este local, diminuiu porque com a vegetação nova não há combustível suficiente para que continue com a mesma força. Agora ele está seguindo por um pequeno corredor na borda da ilha, na divisa com Mato Grosso do Sul.”
O diretor explica ainda que um aceiro - espécie de picada aberta na mata para o bloqueio do fogo - foi preparado próximo a Altônia, já no Paraná. “Ou o incêndio se extingue naturalmente ou ele será extinto quando chegar a este local”, observa. Um helicóptero também chegou a ser usado durante o fim de semana.
No domingo (17), outro incêndio, desta vez na faixa continental do parque, foi controlado.
“Em condições climáticas normais, os meses de agosto e setembro são os mais críticos para incêndios no parque”, avalia Romano.
O último grande incêndio no Parque Nacional de Ilha Grande foi registrado em 2012, quando mais de 20 mil hectares foram consumidos pelo fogo. A reserva abrange parte dos municípios de Alto Paraíso, Altônia, Guaíra, Icaraíma e São Jorge do Patrocínio.
Compartilhe este artigo :

Postar um comentário

 
Support : Editado por Marcio José Nunes Vieira | Diretor do Jornal Folha de São Jorge | Facebook
Copyright © 2013/16. Folha - Todos os Direitos Reservados
Template Creating Website Published by Folha
Proudly powered by Blogger